terça-feira, 9 de novembro de 2010

MANIFESTO ESPONTÂNEO DO POVO BRASILEIRO PELA PERMANÊNCIA DE JUCA FERREIRA MINISTRO DA CULTURA DO BRASIL


FICA JUCA!

 
A forma mais elegante de dizer que queremos a cultura no rumo certo é: FICA JUCA!

É uma rima rica de idéia, princípio, propósito, mérito, espírito: FICA JUCA!

É um vínculo do bem, da paz, da alegria, da bênção, da verdade: FICA JUCA!

Há dois anos ele trilha, e o tempo conspira a favor da coragem: FICA JUCA!

Pelo muito que já  foi semeado, pelo tanto a ser conquistado: FICA JUCA!

As discussões estão na mesa, as pautas estão lançadas: FICA JUCA!

Brasil está  avançando e ficando Maior em atitudes: FICA JUCA! 



Queremos que Juca Ferreira permaneça Ministro da Cultura do Brasil. Queremos sua força, sua serenidade, sua firmeza, sua retidão de princípios.



O caminho é árduo, e não menos próspero: Juca está à frente de uma imensa alegoria de todas as cores, todos os cheiros e sabores do melhor da vida, e precisa seguir com essa nau mundo afora, capitaneando justamente o que temos de mais precioso e legítimo, nossa Cultura!


Quando você assinar esse manifesto, por favor repita: pode ser gritado, falado baixinho, pensado, mas de toda forma, que seja sentido: FICA JUCA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! 

39 comentários:

caio disse...

A cultura do nosso Brasil está no caminho certo,não vamos mudar o que está dando certo.
Fica Jucaaa!!!!!!

Leoni disse...

Minha assinatura vale como um depoimento de que o Ministério da Cultura cresceu muito nos últimos anos e criou uma verdadeira parceria com os criadores.

Leoni

www.leoni.com.br
@Leoni_a_jato

FICA JUCA disse...

valeu Caio, valeu Leoni! Esse é o caminho, vamos firmes nessa luta!

Mariana disse...

Onde a gente assina? Aqui mesmo? #ficajuca

maestro disse...

Vamos nessa pessoal o povo Brasileiro apoiou as politicas públicas de Lula a elas Juca deu prioridade, toda a força à permanencia de Juca Ferreira, graças a ele e sua equipe enfrentamos a corrupção e o desrespeito aos artistas de Brasília e fizemos uma das mais fantásticas parcerias público-privadas com 4000 artistas técnicos e Produtores de todos os tempos: Brasília Outros 50!#FicaJuca!!!!

Valquíria Farias disse...

Sempre defendi que cultura só é possível com disseminação de conhecimento e participação de todos. A gestão do Juca Ferreira no Ministério da Cultura provou que isso pode sim acontecer. Devemos continuar e avançar com essa proposta. O Plano Nacional de Cultura foi aprovado e há muito trabalho pela frente. A implantação dos sistemas nacional, estadual e municipal de cultura será outra grande conquista nossa.
Vamos em frente! Fica Juca!

maestro disse...

twitpic.com/35zbtg para a Cultura Brasileira sair crescendo e cantando!

João Bani disse...

Quem vê Juca envolvido com os afazeres da sua gestão percebe seu envolvimento, seu brilhantismo, sua consciencia democrática, e principalmente seu respeito e equanimidade com os artistas, produtores, seu sentido agudo da cultura brasileira com conhecimento superior, mas sem academicismos, com familiaridade mas sem oba-oba, com pragmatismo para as soluções mas sem perder a linha horizontal do sonho, da gestão , do Estadista Cultural. Sua obra tem que continuar.
#ficajuca

FICA JUCA disse...

Que beleza, o blog tá esquentando! Muita gente boa comentando de forma brilhante, vamos em frente!

aline assis disse...

#ficajuca
pela continuidade desta gestão democrática, abrangente e sensível com a cultura brasileira!

como disse Oswald
A Alegria é a prova dos nove!

Du Oliveira disse...

#FicaJuca! Nunca antes, na história desse país, uma gestão foi tão transparente e democrática! Parabéns pelo apoio firme e forte às propostas dos músicos das periferias brasileiras, (inclusive as do Eixo RJ-SP)! Parabéns pelo apoio decisivo e definitivo às culturas populares!!

Venha para o PCdoB, meu amigo!!


Abs,
Du Oliveira.

(Membro dos Fóruns Goiano Permanente de Música e Nacional da Música; Membro do Colegiado Setorial de Música e do Conselho Nacional de Política Cultural).

Gerarte I disse...

Estamos no movimento "Fica Juca" porque participamos do "Prêmio Loucos por Diversidade",criado no âmbito do Ministério da Cultura em parceria com a Fiocruz/RJ. É a arte na interface com a loucura, rompendo estigmas e fortalecendo inúmeras experiências de grupos artísiticos, na saúde mental.

FICA JUCA disse...

apoios legítimos são reflexo de atitudes firmes e verdadeiras. Vale muito à pena estar nesse movimento, é cidadania numa estatura muito elevada, avante companheiros!

maestro disse...

Esse é o momento de definição e de efetivação das políticas públicas implemntadas pelo Ministério da Cultura nos 8 anos de Governo Lula. Um Ministro neófito por mais que bem intencionado até conhecer a máquina e seus mecanismos surtiria uma paralisação que nossa velocidade atual não permirtiria, é uma questão estratégica e de inteligência para Cultura! Quem quer andar de lado? #FicaJuca

maestro disse...

"....Não queremos o Ministerio da Cultura como moeda de troca ou premio de consoloação para quem ficou sem mandato ou sem ministerio na hora da partilha, mas não tem nenhuma relação com o setor cultural.
Vamos deixar o Juca dar sequencia ao seu trabalho, pois ele já está a par das carencias e problemas do setor, e já desenvolveu um contato sólido com todos os segmentos culturais.
Vamos ir consertando, ajustando, melhorando, mas dentro de um trabalho que já vem sendo realizado.
Esperamos que o governo eleito dê mostras de dar importância à cultura brasileira, deixando à frente de sua pasta alguem que tem disposição, conhecimento e sensibilidade pra enfrentar os problemas e necessidades do setor..." Cristina Saraiva - Compositora - Rio de Janeiro - RJ

FICA JUCA disse...

Valeu caro Maestro, bravo Cristina Saraiva! Estamos afinados com esse movimento tão legítimo quanto crucial para os rumos da Cultura!

Kamui disse...

Fica!Fica!Fica!Fica!Fica!Fica!Fica!Fica!Fica!Fica!Fica!Fica!Fica!Fica!

Amadeu Alves disse...

Seja aqui no meu recnto ITAPUÃ, ou em qualquer parte por onde ande neste mundo, nessa estrada musical que escolhí, tenho que manifestar meu apoio a esta causa.
FICA JUCA!!!!!!!!!!!
Amadeu Alves

Adélia disse...

O time da Cultura está ganhando, logo, não se deve mudar o jogador! Fica Juca!

Célia Porto disse...

Apoio a permanência de Juca Ferreira no Ministério da Cultura. Ele foi o primeiro ministro que tivemos oportunidade de conversar pessoalmente, que participa e olha no olho de quem faz a Cultura Brasileira. Está dando continuidade a um processo que começamos a organizar, já está bem por dentro dos assuntos culturais do Brasil. Fica Juca.

Respire... e atravesse! disse...

Fica Juca!!!

vanda disse...

Acho imprecindivel a permanência de Juca junto ao Ministério da cultura,para a perman~ecia do avanço q já lançado na cultura do Brasil.FICA JUCA!

Paulo Djorge disse...

O Manifesto tem todo meu apoio. Quando escuto nosso Ministro falando, fico impressionado com o conteúdo e a clareza de sua eloqüencia e oratória. Não vejo nenhum nome que possa superar o desenpenho e as conquistas que o Ministro e sua equipe vem trabalhando pela cultura. Portanto o grito de guerra é: Fica Juca! Fica Juca! Fica Juca!

Niti Merhej disse...

FICA JUCA!

FICA JUCA disse...

Maravilha!!!! vamos continuar nessa luta com firmeza, e já somos vitoriosos pelas escolhas que fazemos. siga tb a tag #ficajuca no twitter!

André Carvalheira disse...

Não se mexe em time que está ganhando!
FICA JUCA!

conceicao disse...

Fica Juca ,
É uma movimento mais q legitimo, pela condução q imprimiu às ações descentrlizando, contemplando todo o território!!!!
Vamos, Fica Juca.

Eduardo Alves disse...

Fico muito feliz em ter lançado esse blog e vou tendo a certeza de que fiz a coisa certa. Tantas pessoas bacanas postando e contribuindo para o movimento #ficajuca e o blog www.ficajuca.blogspot.com Precisamos de todos, disseminando o link e tag internet afora, em todas as redes sociais que participe. Nosso barulho é do bem e tem que ser ouvido com clareza e certeza! Vamos Juca, dar continuidade ao que já está sendo feito, e realizar muito mais!

TAMARA SARAIVA* disse...

A CULTURA MERECE O ESFORÇO!
FICA JUCA!!!
CONTINUE SEU TRABALHO COM CARÁTER E DIGNIDADE!!!
FICA JUCA!!!PRECISAMOS DE CULTURA!!!

maestro disse...

ATÉ A PIG SE CURVA-NO ESTADÃO DE ONTEM:
No fim, um bom começo
No último dia 9 a Comissão de Educação, cultura e Esporte do Senado aprovou por unanimidade e encaminhou à sanção presidencial o Plano Nacional de cultura (PNC). Para o ministério da cultura (Minc), o PNC "representa um avanço para a cultura do País ao definir as diretrizes da política cultural pelos próximos 10 anos". De acordo ainda com o ministério, o PNC "tem por finalidade o planejamento e implementação de políticas públicas de longo prazo voltadas à proteção e promoção da diversidade cultural brasileira. Diversidade que se expressa em práticas, serviços e bens artísticos e culturais determinantes para o exercício da cidadania, a expressão simbólica e o desenvolvimento socioeconômico do País".

maestro disse...

cONTINUAÇÃO ATÉ A PIG SE CURVA FICA JUCA!
Uma notável característica do governo petista são os parcos resultados concretos - intenções não faltaram - obtidos em oito anos no campo da cultura, em contraste com o expressivo saldo de realizações na área econômica e na incorporação de importantes contingentes da população ao mercado de consumo. A julgar por esse contraste, o governo Lula parece ter priorizado a criação de consumidores, muito mais do que a formação de cidadãos. Pois, finalmente, ao fim da gestão lulista, há um avanço no campo da cultura, que é aquele em que, do mesmo modo que na Educação, se cultivam os verdadeiros fundamentos da cidadania. Mas ainda falta o presidente da República sancionar o PNC e o MinC, no prazo de 180 dias, "definir as metas a atingir". Enquanto isso não acontecer, a área cultural no atual governo conterá muito mais espuma do que substância.

maestro disse...

CONTINUAÇÃO ATÉ A PIG SE CURVA - FICA JUCA

O PNC, afinal, é uma tentativa de planejamento a longo prazo da ação governamental na área da cultura, determinada pela Emenda Constitucional n.º 48, aprovada em meados de 2005. Em parceria com o Poder Legislativo, mais especificamente com a Câmara dos Deputados, que designou uma comissão especial para esse trabalho, e também com o apoio de organismos e entidades nacionais e estrangeiros que atuam no campo da cultura, o MinC dedicou-se nesses últimos cinco anos a um minucioso trabalho de coleta de subsídios para o plano, desenvolvido em várias fases. Primeiro, foram realizadas oficinas de informação ministradas por seus técnicos, em todo o País. Depois, reuniram-se conferências municipais em mais de 700 cidades, em praticamente todos os Estados, com a presença estimada de mais de 40 mil interessados. Seguiram-se seminários setoriais nos principais centros regionais e, finalmente, foram realizadas duas Conferências Nacionais de cultura.
O Plano Nacional de cultura está fundamentado em 13 princípios que deverão orientar a fixação de metas concretas a serem alcançadas daqui para a frente. Para acompanhar o cumprimento dessas metas e, de modo geral, permitir "o compartilhamento público e transparente das informações estratégicas para Gestão Federal, Estadual e Municipal da cultura", o MinC está implantando o Sistema Nacional de Informações e Indicadores culturais (SNIIC).

Os princípios orientadores do Plano Nacional de cultura abrangem inevitáveis generalidades como a "liberdade de expressão, criação e fruição" e o "direito de todos à arte e à cultura" e revelam, no conjunto, uma preocupação com o estímulo à criação artística e o acesso a ela por todos os segmentos da sociedade, inclusive com a diluição da grande concentração de atividades artísticas e culturais que existe na Região Sudeste, especialmente no eixo Rio-São Paulo. Como era inevitável, em muitos desses princípios está presente a preocupação "regulatória" que é a marca característica de alguns setores do amplo arco ideológico necessariamente envolvido na discussão de questões culturais. Não por coincidência, é o mesmo sinal que pontua as discussões atuais sobre o marco regulatório das comunicações eletrônicas, patrocinadas pela Secretaria de Comunicação Social da Presidência. O que quererá dizer, como se materializará, por exemplo, a exigência expressa, como um mantra, exatamente no último dos 13 princípios inspiradores do PNC: "Controle social na formulação e acompanhamento das políticas culturais?" Essa é mais uma questão cuja resposta, se houver, será cobrada do próximo governo

maestro disse...

CONTINUAÇÃO ATÉ A PIG SE CURVA - FICA JUCA!
Primeiro, foram realizadas oficinas de informação ministradas por seus técnicos, em todo o País. Depois, reuniram-se conferências municipais em mais de 700 cidades, em praticamente todos os Estados, com a presença estimada de mais de 40 mil interessados. Seguiram-se seminários setoriais nos principais centros regionais e, finalmente, foram realizadas duas Conferências Nacionais de cultura.
O Plano Nacional de cultura está fundamentado em 13 princípios que deverão orientar a fixação de metas concretas a serem alcançadas daqui para a frente. Para acompanhar o cumprimento dessas metas e, de modo geral, permitir "o compartilhamento público e transparente das informações estratégicas para Gestão Federal, Estadual e Municipal da cultura", o MinC está implantando o Sistema Nacional de Informações e Indicadores culturais (SNIIC).

maestro disse...

CONTINUAÇÃO ATÉ A PIG SE CURVA:FICA JUCA!

Os princípios orientadores do Plano Nacional de cultura abrangem inevitáveis generalidades como a "liberdade de expressão, criação e fruição" e o "direito de todos à arte e à cultura" e revelam, no conjunto, uma preocupação com o estímulo à criação artística e o acesso a ela por todos os segmentos da sociedade, inclusive com a diluição da grande concentração de atividades artísticas e culturais que existe na Região Sudeste, especialmente no eixo Rio-São Paulo. Como era inevitável, em muitos desses princípios está presente a preocupação "regulatória" que é a marca característica de alguns setores do amplo arco ideológico necessariamente envolvido na discussão de questões culturais. Não por coincidência, é o mesmo sinal que pontua as discussões atuais sobre o marco regulatório das comunicações eletrônicas, patrocinadas pela Secretaria de Comunicação Social da Presidência. O que quererá dizer, como se materializará, por exemplo, a exigência expressa, como um mantra, exatamente no último dos 13 princípios inspiradores do PNC: "Controle social na formulação e acompanhamento das políticas culturais?" Essa é mais uma questão cuja resposta, se houver, será cobrada do próximo governo

denise disse...

acho muito importante que se possa dar continuidade ao trabalho desenvolvido nos últimos anos pelo ministério da cultura.
considero fundamental a permanência de juca ferreira à frente do ministério.

FICA JUCA disse...

atenção companheiros, o movimwnto precisa ganhar mais terreno ainda! nesta quinta, dia 18, ás 9 da noite(horário de Brasília) paricipem do twitaço no #ficajuca. Vamos bombar as redes sociais mostrando a todos que queremos Juca Ferreira Ministro da Cultura no governo de Dilma!

SanX disse...

Fica Juca, Fica Juca, Fica Juca, Fica Juca,...é para o bem da nação cultural brasileira...

Fica Juca, Fica Juca, Fica Juca, :-)

VPC Cinemavídeo disse...

JUCA FERREIRA E A CULTURA BRASILEIRA

O que vimos ao longo do tempo na história da República do Brasil foi a cultura sempre relegada a um segundo plano, com raras exceções, a exemplo da gestão de Gustavo Capanema que criou uma política definida voltada para ações culturais, guardadas as ressalvas conjunturais. Fora desse período não houve uma ação competente que definisse as políticas públicas para cultura brasileira.

No Governo Lula, com nomeação do Ministro Gilberto Gil, já sentimos a vontade política inequívoca de realizar um trabalho com amplitude e sensibilidade para isso.

Gilberto Gil contou com a excelente atuação de Juca Ferreira na Secretaria Executiva dinamizando a máquina emperrada do Ministério.

Passado o bastão, Juca Ferreira assume a pasta e com sua capacidade de gestão revolucionou o MINC, estabelecendo uma política cultural que contemplou a todos os segmentos, mobilizou o país inteiro discutindo e aprofundando todas as questões inerentes ao meio artístico cultural, democratizando com clareza e transparência, facilitando a acessibilidade à sociedade civil organizada e facilitando a organização de muitos setores não contemplados por todas as gestões anteriores. Conseguiu em sua gestão interagir com equanimidade em todas as regiões do país.

Com tudo isso o Minc nunca alcançou uma visibilidade dessa magnitude, com inúmeras ações e desafios estruturais e pontuais, inclusive com enfrentamentos frente as elites oligárquicas da cultura brasileira.

A importância de manter Juca Ferreira com titular no Ministério da Cultura é semelhante aquela empreendida para a eleição de Dilma Russef na presidência da república para implementar e consolidar as ações e projetos desenvolvidos que se configuram um marco na história do Brasil.

Walter Lima
Cineasta, artista plástico e
Organizador do Seminário Internacional de Cinema e Audiovisual

VPC Cinemavídeo disse...

Vamos fortalecer o movimento Fica Juca assinando o abaixo assinado pela manutenção de Juca no MinC.
Participem:

http://www.peticaopublica.com.br/?pi=MinC2011